Quinta, 16 Agosto 2018
UNRIC logo - Portuguese

A ONU na sua língua

Mensagem do Secretário- Geral - Dia Mundial da Vida Selvagem

No Dia Mundial da Vida Selvagem focamo-nos no importante papel que a vida dos animais e das plantas selvagens desempenham na nossa cultura e na sustentabilidade das nossas sociedades. Este ano, destacamos os Grandes Felinos do mundo. Estes magníficos predadores, que incluem espécies como as chitas, os jaguares, os leopardos, os leões, os pumas, os leopardos da neve e os tigres são encontrados entre África, a Ásia e a América.

Estes predadores carismáticos são universalmente admirados pela sua elegância e pela sua força, porém estão cada vez mais em risco de extinção. No passado recente os Grandes Felinos sofreram um declínio elevado das suas espécies. Há pouco mais de um século existiam cerca de 100 mil tigres selvagens a viver na Ásia. Atualmente restam menos de 4 mil o que revela uma perda de 96%.

A história é semelhante para todos os Grandes Felinos que coletivamente estão ameaçados pela perda do seu habitat natural, pelas alterações climática, pela caça excessiva, pelo comércio ilícito e pelo conflito entre os seres humanos e a vida selvagem. Nós somos a causa da extinção destes animais, por isso podemos igualmente ser a sua salvação.

Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável incluem metas específicas para acabar com a caça excessiva e o comércio ilegal de espécies protegidas da fauna e da flora. No ano passado, os Estados membros da ONU adotaram uma terceira resolução que propõe combater o problema do declínio da vida selvagem. Os governos, a sociedade civil e os agentes do setor privado do todo mundo pretendem atuar em conjunto para implementação desta resolução.

A solução para a proteger os Grandes Felinos e outras espécies em ameaça, e em risco de extinção, passa pela adoção de políticas de conservação da natureza baseadas em evidências científicas e em adequados mecanismos legais. Quando as comunidades e as economias locais beneficiam da conservação da vida selvagem estas as estratégias têm maior probabilidade de serem bem-sucedidas.

Os Grandes Felinos são espécies fundamentais. Protegê-los implica igualmente estimar as vastas áreas que ocupam e a biodiversidade presente. Desta forma, é possível proteger ecossistemas inteiros que são cruciais para a saúde do nosso planeta.

Muitos guardas florestais e agentes de autoridade têm lutado no terreno para impedir crimes cometidos contra a vida selvagem, colocando em risco as suas próprias vidas para proteger as espécies mais ameaçadas. Contudo a preservação da vida selvagem é uma responsabilidade de todos. No Dia Mundial da Vida Selvagem, apelo a todos que promovam uma maior consciencialização e implementem as ações necessárias garantam a sobrevivência dos Grandes Felinos e de toda a sua preciosa e frágil biodiversidade.

Mensagem de Ano Novo do Secretário Geral

Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária