Terça, 18 Junho 2019
UNRIC logo - Portuguese

A ONU na sua língua

DÉCADA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA OS DESERTOS E O COMBATE À DESERTIFICAÇÃO

A terra é vida – Mantenham as terras áridas em boas condições

Objectivo
Numa altura em que há cada vez mais terras no mundo inteiro em risco de deterioração e degradação, a Assembleia Geral das Nações Unidas decidiu declarar a Década das Nações Unidas para os Desertos e o Combate à Desertificação (DNUDD), que decorrerá de Janeiro de 2010 a Dezembro de 2020 e cujo objectivo é promover acções destinadas a proteger as terras áridas. A Década oferece uma oportunidade de efectuar mudanças críticas destinadas a garantir que, a longo prazo, as terras áridas possam contribuir para o bem-estar humano. Durante este período, a comunidade internacional procurará realizar os quatro objectivos da estratégia decenal aprovada no contexto da aplicação da Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação:
  • • melhorar os meios de vida das populações afectadas;
  • • melhorar as condições dos ecossistemas afectados;
  • • gerar benefícios mundiais; e
  • • mobilizar recursos para a aplicação da Convenção através de parcerias eficazes.
Valor mundial

2,1 mil milhões de pessoas vivem em terras áridas, ou seja, uma em cada três pessoas no mundo. As terras áridas satisfazem as necessidades básicas de uma proporção significativa dos habitantes do mundo, mas actualmente estão em risco. São o habitat de algumas das espécies mais valiosas e mais raras do mundo. Dão um grande contributo para o celeiro do mundo, considerando que um em cada três produtos cultivados actualmente provêm de terras áridas. São bancos de alimentos indígenas valiosos, porque os antepassados e parentes dessas espécies vegetais continuam a crescer nessas zonas. As terras áridas sustentam 50% dos animais de pecuária do mundo, são os habitats de espécies de fauna e flora selvagens e representam quase metade de todos os sistemas cultivados.

O grande desafio

Segundo o Millennium Ecosystem Assessment de 2005, 10% das terras áridas estão a sofrer os efeitos de uma ou mais formas de degradação dos solos. A pobreza é uma das causas e é também uma consequência da desertificação. Avaliações recentes que mostram que a erradicação da pobreza não está a avançar suficientemente depressa nas terras áridas sugerem que isso não só está a prejudicar a consecução dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio, mas poderá também prejudicar esforços em curso para recuperar solos degradados. Com as alterações climáticas, a seca vai afectar novas áreas, tornando-as mais vulneráveis à degradação, enquanto nas zonas já afectadas pela seca esta irá tornar-se mais frequente e mais intensa.

Porquê agora?

No entanto, há boas notícias. Com os cuidados necessários, as terras degradadas podem recuperar. Segundo a última edição do relatório Global Assessment of Land Degradation and Improvement, publicado em 2008, a maior parte dos solos degradados recuperados entre 1981 e 2003 situam-se em terras áridas. Os investigadores verificaram também que, nos sítios onde os solos haviam sido recuperados, se registaram melhorias dos meios de vida. A Década das Nações Unidas para os Desertos e o Combate à Desertificação visa dar continuidade aos esforços já desenvolvidos, e acelerar a recuperação e conservação das terras áridas e a erradicação da pobreza.

Coordenação

Os eventos e as campanhas da Década estão abertos à participação de todas as pessoas. São impulsionados pelos organismos das Nações Unidas encarregados de o fazer pela Assembleia Geral, em Dezembro de 2009. Esses organismos são o Departamento de Informação Pública (DPI), o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (IFAD),  a Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação (CNUCD), o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e o Programa das Nações Unidas para o Ambiente (PNUA).

Termos principais

As terras áridas incluem as zonas áridas, semi-áridas e as zonas sub-húmidas secas e, de um modo geral, excluem os desertos, quando o termo é utilizado no contexto do desenvolvimento sustentável. O termo desertificação designa a degradação dos solos em zonas áridas, semi-áridas e sub-húmidas causada por vários factores, nomeadamente variações climáticas e actividades humanas. Quando a degradação dos solos se dá nas terras áridas do mundo, muitas vezes dá origem a condições semelhantes às dos desertos.

Origem da Década das Nações Unidas

Procurando dar continuidade ao êxito do Ano Internacional dos Desertos e da Desertificação em 2006, a Assembleia Geral das Nações Unidas, através da sua Resolução A/RES/ 62/ 195 de 2007, declarou o período de 2010 a 2020 a Década das Nações Unidas para os Desertos e o Combate à Desertificação (DNUDD). A Assembleia reconheceu a persistência da desertificação, apesar dos esforços que a comunidade internacional já desenvolveu e está a desenvolver a nível mundial, e o avanço lento da erradicação da pobreza entre as populações das terras áridas, declarando a Década um período para a realização de acções concertadas no mundo inteiro. Durante a Década, pretende-se sensibilizar as pessoas para os problemas da desertificação, da degradação dos solos e da seca, bem como para as suas soluções. A campanha da Década das Nações Unidas destina-se a reforçar a execução da estratégia decenal para o período de 2008-2018, tendo em vista a aplicação da Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação. Na 69.ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, o Secretário-Geral apresentará um relatório sobre os progressos realizados quanto à execução da resolução.

Dados essenciais1

Dados relacionados com as pessoas

Mundo

Terras áridas

Proporção (%)

População mundial (2005)

6,5 mil milhões2

2,1 mil milhões

32,2

Necessidades de água anuais

2000 metros cúbicos

1300 metros cúbicos

65

Mortalidade infantil média

49 por 10003

54 por 1000

110

Dados relacionados com as terras




Superfície terrestre

147,4 milhões de km2

60,9 milhões de km2

41,3

Sistemas cultivados

39,6 milhões de km2

16,23 milhões de km2

44

Reservas de carbono

3,104 gigatoneladas

1,430 gigatoneladas

46

Fontes:

1 Dados extraídos do relatório 2005 Millennium Ecosystem Assessment.

2 Nações Unidas, 2004. World Population Prospectus, in Population and Vital Statistics Report, Statistical Papers, Series A Vol. L1X, N.º 1, 1 de Janeiro de 2007. Quadro 1, p. 4.

3 Banco Mundial, World Development Indicators, versão em linha, consultado em 24 de Julho de 2010, http://data.worldbank.org/data-catalog/world-develop- I ment-indicators?cid=GPD_WDI.

Para mais informações contactar:
Inter-Agency Task Force on UNDDD
Awareness Raising, Communication and Education Unit (ARCE)
UNCCD Secretariat
Hermann-Ehlers Str.10
53113 Bonn, Germany
Endereço de correio electrónico: [email protected]

 

Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária