Quinta, 16 Agosto 2018
UNRIC logo - Portuguese

A ONU na sua língua

A Vice-Secretária-geral das Nações Unidas apela ao avanço no cumprimento da igualdade de género

Queen Mathilde Amina Mohammed #EDD18 #SpotlightEndViolence #UNRICFoto ONU: Vice-Secretária-geral das Nações Unidas, Amina J. Mohamed, e Sua Majestade Rainha Mathilde dos Belgas

“O Mundo não tem outra escolha senão fazer esforços para alcançar a igualdade de género, de modo a cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, afirmou Amina J. Mohamed, Vice - Secretária-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), na cerimónia de abertura dos Dias Europeus do Desenvolvimento, que decorreu entre os dias 5 e 6 de junho de 2018.

Segundo a Vice - Secretária-geral da ONU “ a igualdade de género é crucial para todos os países…para todas as sociedades”. “É um pré-requisito para o desenvolvimento sustentável”, acrescentando que não se deve tolerar à violência contra as mulheres.

Ao longo de dois dias mais de 8 mil participantes, incluindo decisores políticos, altos funcionários da União Europeia e das Nações Unidas, sociedade civil, bem como Suas Majestades Rainha Mathilde dos Belgas, Rainha Letizia de Espanha e Sua Alteza Real Maria, Princesa da Dinamarca refletiram sobre o tema deste ano do fórum: "Mulheres e Meninas na Vanguarda do Desenvolvimento Sustentável: Empoderar, Proteger, Investir". Todas as principais preocupações das mulheres na perspetiva do desenvolvimento sustentável foram levantadas em dezenas de seminários e painéis de discussão, bem como em exposições sobre temas relacionados a garantia da integridade física e psicológica das mulheres, a promoção dos seus direitos económicos e sociais e a sua capacitação.

un dsg signing human rigths wall edd18Foto ONU: Vice-Secretária-geral das Nações Unidas, Amina J. Mohamed, deixa mensagem sobre a não-violência contra as mulheres

As Nações Unidas e a União Europeia promoveram ainda a Spotlight Initiative, que visa eliminar qualquer tipo de violência sobre as mulheres e as raparigas, tendo em vista a igualdade de género e o cumprimento da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. No seu discurso, a Vice-Secretária-Geral das Nações Unidas afirmou que mais mulheres do que homens vivem na extrema pobreza cujas condições terríveis são exacerbadas pela violência contra as mulheres.

A portuguesa Catarina Furtado, embaixadora da Boa-Vontade da Agência das Nações Unidas para o Fundo da População (UNFPA), desde 2000, também participou do fórum no Painel de Alto Nível “Livre de Violência- Livre para mudar o mundo. Do momento à ação: incentivar e congregar os esforços para o fim da violência com base no género e práticas nefastas". Na sua intervenção afirmou que “Os números intoleráveis da Mutilação Genital Feminina (MGF) e dos casamentos infantis descem exponencialmente em lugares onde esta questão é debatida em governos, comunidades, famílias… onde estas normas sociais são confrontadas de aldeia em aldeia”, dando, a título de exemplo, a campanha que juntou os esforços de Portugal e Guiné-Bissau para pôr fim à violência das práticas nefastas da MGF e dos casamentos infantis em todo mundo, restaurando a vida de jovens mulheres.

Catarina Furtado Interview EDD18 Spotlight StudioCatarina Furtado EDD18 SpotlightStudio

Foto ONU: Catarina Furtado, embaixadora da Boa-Vontade da Agência das Nações Unidas para o Fundo da População (UNFPA)

Durante os Dias Europeus do Desenvolvimento foi dada uma forte enfâse na necessidade de inclusão da juventude na discussão sobre o desenvolvimento, a fim de envolver novas vozes e atores emergentes. Na discussão final, Jayathma Wickramanayake, Enviada do Secretário-Geral da ONU para a Juventude, negou a afirmação de que os jovens são pouco participativos politicamente. “Semelhante a todos presentes aqui, os jovens estão a procura de formas alternativas de participação. Se prestarmos atenção as marchas das mulheres em todo mundo, por exemplo durante a Primavera Árabe, em que as jovens mulheres saíram às ruas, exigindo que suas vozes fossem ouvidas, ou, a marcha pelas vidas negras nos Estados Unidos verificamos que é desta forma que a nossa geração escolheu participar politicamente na vida”.

Sua Alteza Real, Princesa Maria da Dinamarca, concluiu a cerimónia de encerramento dos Dias Europeus do Desenvolvimento com um apelo apaixonado pelo futuro do nosso planeta. “Por muito tempo vivemos com o excesso de consumo, o crescimento descontrolado e o esgotamento dos recursos do planeta. Então, o mundo, nós as pessoas deste mundo, temos que conjugar esforços para cumprir as promessas que foram feitas para proteger o planeta, remediar os nossos erros e assegurar o futuro do planeta que nos dá a vida. E as meninas e as mulheres também são fundamentais nesse exercício”, afirmou.

EDDs18 banner 430pxFoto ONU: Dias Europeus do Desenvolvimento realizado nos dias 5 e 6 de junho de 2018

A União Europeia organiza os Dias Europeus do Desenvolvimento, todos anos, desde 2006, como forma de proporcionar à comunidade internacional de desenvolvimento a oportunidade de “compartilhar ideias” e criar parcerias para resolver os “desafios mais urgentes do mundo”.

Sustainable Development Goals LOGO PT vertical 250

NoBanner SDG POSTER PT 250px

Mensagem de Ano Novo do Secretário Geral

Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária