Terça, 25 Setembro 2018
UNRIC logo - Portuguese

A ONU na sua língua

“Cowspiracy: o segredo da sustentabilidade”, um filme de Kip Andersen e Keegan Kuhn

Draft Cartaz Nov2015 1O CINE ONU está de regresso com o filme “Cowspiracy: o segredo da sustentabilidade”, documentário de 85  minutos realizado por Kip Andersen e Keegan Kuhn, em 2014.

A sessão decorre a 22 de novembro de 2015, às 18h30, no Cinema São Jorge (sala 3), em Lisboa.

Depois da exibição, haverá um debate sobre a indústria agropecuária, umas das mais destrutivas e poluentes para o planeta, tentando desvendar os motivos que levam as principais organizações ambientais internacionais a não abordarem este assunto.

A entrada é livre, sujeita à lotação da sala. Levantamento dos bilhetes: Bilheteira do Cinema São Jorge, a partir das 14h00 do dia 22 de Novembro.

Veja o  Trailer oficial de "Cowspiracy"

“O filme que as organizações ambientalistas não querem que veja”

A indústria agropecuária é uma das principais responsáveis pelo desmatamento, pelo consumo de água potável e pela poluição a nível mundial.

Alguns estudos apontam que emite maior quantidade de gases com efeito de estufa do que o sector dos transportes.

Esta indústria também contribui em larga escala para a destruição da floresta, extinção de espécies, perda de habitat, erosão do solo, “zonas mortas” no oceano e praticamente todos os outros problemas ambientais.

Numa entrevista para a Meatonomics, há cerca de um ano, Kip Andersen explicou que ficou chocado com "a natureza evasiva de muitos dos executivos (das organizações) que entrevistámos para o filme. Estas pessoas supostamente dedicam as suas vidas à proteção do meio ambiente mas, quando fazemos perguntas simples sobre a destruição ambiental causada pela agricultura agropecuária, contornaram consistentemente a questão e evitaram o mais que puderam falar sobre o assunto".

 kipandersen 1Sobre Kip Andersen e Keegan Kuhn

O despertar para as questões ambientais do norte-americano Kip Andersen foi resultado do visionamento do filme “Uma Verdade Inconveniente”, do ex-Vice-Presidente dos EUA, Al Gore.

Kip Andersen começou a reciclar religiosamente, a desligar as luzes, a usar o chuveiro com pouca frequência, a andar de bicicleta em vez de conduzir e acreditava que estava a fazer tudo o que podia para ajudar o planeta, tendo em conta as orientações de organizações ambientais nacionais e internacionais.

Contudo, a sua vida tomou um rumo diferente quando descobriu que a agricultura animal é a principal causa da destruição ambiental.

O realizador fundou o Movimento Animals United e dedica-se à criação de filmes que promovem a sustentabilidade, compaixão e paz para todos os habitantes da Terra e criou mais de uma dezena de empresas.

Formado na Escola de Negócios Cal Poly San Luis Obispo, adotou São Francisco (EUA) como sua casa por mais de uma década.

Keegan Kuhn é um operador de câmara e documentarista premiado, e também músico profissional, residente em São Francisco. O cineasta trabalhou com organizações não governamentais e movimentos de justiça social.

Algumas das suas obras abordam a vida de colonos sem terra que ocupam espaços de domínio público e comunidades agrícolas rurais e urbanas. 

Informações:

O filme será legendado em português.

Para mais informações, contacte-nos através do e-mail: [email protected]

O CINE ONU é uma iniciativa da secção Portuguesa do UNRIC (Centro de Informação Regional das Nações Unidas para a Europa Ocidental) e da Plataforma Portuguesa das ONGD, que promove a reflexão sobre  temas relevantes para a sociedade civil tais como desenvolvimento sustentável, direitos humanos e promoção da paz.