Quinta, 23 Outubro 2014
UNRIC logo - Portuguese

A ONU na sua língua

Número de refugiados costa-marfinenses na Libéria atinge os 25 000, afirma ACNUR

A group of refugees from Côte d'Ivoire waiting to be registered in eastern LiberiaO Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) afirmou, hoje, que, neste momento, há cerca de 25 000 refugiados costa-marfinenses na vizinha Libéria, com cerca de 600 pessoas a chegarem todos os dias, para fugir da crise pós-eleitoral na sua pátria. O ACNUR começou a trabalhar num novo campo para refugiados na cidade de Bah, no Leste da Libéria, que poderá alojar, inicialmente, cerca de 18 000 pessoas.

 

“Este campo é necessário urgentemente, para proteger melhor os refugiados e aliviar a pressão sobre as autoridades liberianas que têm estado a acolher estas pessoas em cerca de 23 aldeias ao longo da fronteira com a Costa do Marfim”, disse o porta-voz do ACNUR, Adrian Edwards, aos jornalistas, em Genebra.

 

“A crise política na Costa do Marfim começou depois de o Presidente cessante, Laurent Gbagbo, se ter recusado a abandonar o poder, após ter sido derrotado pelo seu adversário, Alassane Ouattara, na segunda volta das eleições presidenciais, em Novembro.

 

As eleições tinham como objectivo ajudar a reunificar aquela nação da África Ocidental, que foi dividida pela guerra civil, em 2002, numa parte meridional, controlada pelo governo, e uma setentrional, em poder dos rebeldes. Em vez disso, espalharam o medo do regresso à guerra civil e conduziram a uma nova crise, marcada por incitamentos ao ódio e à violência, violações dos direitos humanos, ataques a civis e também a Capacetes Azuis ao serviço da Operação das Nações Unidas na Costa do Marfim (ONUCI) e o aumento das deslocações de população.

 

Para além das que fugiram para a Libéria, cerca de 16 000 pessoas foram obrigadas a abandonar as suas aldeias e refugiar-se nas cidades de Duékoué, Man e Danané, no Oeste da Costa do Marfim, segundo o ACNUR. A calma regressou a Duékoué, nos últimos três dias, o que está a permitir que o ACNUR e outros organismos humanitários prestem assistência aos deslocados.

 

(Baseado numa notícia divulgada pelo Centro de Notícias da ONU a 11/01/2011)

 

69º Aniversário da Organização das Nações Unidas assinalado em Lisboa e Porto

UNDAY-PT

Façamos um mundo melhor

Vamos fazer do mundo um lugar melhor 

Vídeo apresentado no contexto da Cúpula do #Clima das Nações Unidas.

Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

O Centro Regional de Informação das Nações Unidas para a Europa Ocidental (UNRIC), sedeado em Bruxelas, presta informação sobre as actividades da ONU nos países da região, incluindo Portugal. Põe à disposição do público os principais relatórios da ONU, documentos, publicações, fichas informativas, comunicados de imprensa e notícias, em várias línguas, nomeadamente o português.