Domingo, 21 Setembro 2014
UNRIC logo - Portuguese

A ONU na sua língua

No lançamento do conselho científico da ONU, Ban Ki-moon apela a uma ponte entre a ciência e a política


578382Press ConfabAs Nações Unidas devem usar a ciência e a tecnologia para fortalecer as suas decisões políticas de desenvolvimento sustentável, reduzindo a desigualdade e acabando com a pobreza extrema, afirmou hoje o Secretário-Geral Ban Ki-moon após lançar o seu conselho de cientistas.

 

“Há demasiado tempo que estamos a consumir e queimar o nosso caminho para prosperidade. Isto é insustentável”. Afirmou Ban Ki-moon, no seu discurso na reunião inaugural do Conselho Científico em Berlim.

Composto por 26 eminentes cientistas de vários campos como ciências naturais, sociais e humanas, o Conselho é destinado a fortalecer os laços entre a ONU e a comunidade científica mundial para que a Ciência possa ser mais facilmente integrada no processo de decisão política.

“Chegamos a uma nova era, à qual foi dada o nome de “atropoceno” – afirmou referindo-se à época atual geológica definida pelo impacto dos humanos no planeta.

“Precisamos que a ciência perceba o nosso ambiente, para que possamos protegê-lo e usufruir dele de forma consciente” , apontou o Secretário-Geral adicionando que a ciência é também necessária para resolver a fome, os problemas de segurança alimentar, desigualdades crescentes, prevenção de desastres, urbanização, saneamento e energia sustentável para todos.

O lançamento do Conselho, cujo secretariado está inserido na UNESCO, é lançado numa altura em que Ban Ki-moon está a fazer pressão para catalizar a ação e fortalecer a vontade política para um acordo global legal sobre o clima até ao fim de 2015.

Antes dessas negociações, o Secretário-Geral irá acolher uma cimeira do clima a 23 de Setembro na Sede da ONU em Nova Iorque para líderes globais dos governos, negócios, finança e sociedade civil.

Sustentabilidade ambiental é um dois oito objetivos anti pobreza conhecidos como Objetivos de Desenvolvimento do Milénio (ODMs). A comunidade internacional está atualmente na contagem decrescente dos 700 dias para o prazo final de atingir as metas e defenir uma nova agenda de desenvolvimento do pós 2015.

Durante a sua estada na Alemanha, Ban Ki-moon irá abordar a 50ª Conferência de Segurança de Munique onde irá sublinhar que a segurança global depende em última análise do desenvolvimento sustentável.

Ainda hoje, o Secretário-Geral encontrou-se com Ministro do Interior Thomas de Maiziére, Ministro da Economia e Cooperação Para o Desenvolvimento Gerd Müller e o Ministro dos Negócios Estrangeiros Frank-Walter Steinmeier.

Numa Conferência de Imprensa ao lado de Frank-Walter Steinmeier, Ban Ki-moon sublinhou o papel da Alemanha na resolução pacífica de disputas, manutenção da paz e desarmamento, respeito pelos direitos humanos e apoio prestado aos esforços de desenvolvimento internacional.

Também está programado na sua agenda um encontro com o Presidente Federal Joachim Gauck e Chanceler Angela Merkel.

Viajará para Bona amanhã para se encontrar com membros da ONU e autoridades locais.

Nova iorque, 30 de janeiro – Centro de notícias da ONU| traduzido e editado por UNRIC

A semana em imagens

A emergência humanitária e de segurança no Sudão do Sul; a continuidade das atrocidades na Síria e as ações da ONU; a entrevista com a chefe de direitos humanos da ONU, Navi Pillay, que está deixando o cargo; o perigo representado pelos novos “cigarros eletrônicos”; e a discussão global, em Samoa, sobre desenvolvimento sustentável nos Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento – estes são os destaques do resumo semanal da ONU em imagens. Legendado pela ONU Brasil.

Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

O Centro Regional de Informação das Nações Unidas para a Europa Ocidental (UNRIC), sedeado em Bruxelas, presta informação sobre as actividades da ONU nos países da região, incluindo Portugal. Põe à disposição do público os principais relatórios da ONU, documentos, publicações, fichas informativas, comunicados de imprensa e notícias, em várias línguas, nomeadamente o português.