Sábado, 19 Abril 2014
UNRIC logo - Portuguese

A ONU na sua língua

Informação, arte, comida e diversão na celebração do Dia das Nações Unidas em Bruxelas

A Grand Place de Bruxelas tornou-se numa pequena aldeia das Nações Unidas ontem, 20 de outubro, e milhares de pessoas juntaram-se ao pessoal das 26 agências da organização presentes na cidade para celebrar o Dia das Nações Unidas. Embora a data oficial seja no dia 24, a equipa da ONU e a Câmara Municipal de Bruxelas escolheram o domingo para chegar ao maior número possível de pessoas.

IMG 6200-X3

O Diretor da ONU em Bruxelas, Antonio Vigilante, mostrou-se satisfeito com os resultados: "Este  evento faz com que as pessoas sintam que são parte das Nações Unidas, tal como as coloca mais perto da ONU".

Na Grand Place vivia-se um ambiente verdadeiro de festa,  sendo que o evento do Dia das Nações Unidas em Bruxelas marcou o 68ª aniversário da instituição, o qual foi, dessa forma, celebrado 4 dias antes da sua data oficial: 24 de outubro.

Entre os milhares que visitavam a Grand Place, encontrava-se a vencedora do Prémio Nobel da Paz, a ativista Aung San Suu Kyi, que se encontra a visitar Bruxelas.

Os "tambores pela paz"  tocados por Petra Hongell e Jorge Mihai Varas e por inúmeras crianças que se juntaram ao conjunto, deram música e banda sonora às festividades.  O sol também se juntou, fazendo brilhar os edíficios dourados numa praça que é Património Mundial da UNESCO.

Alguns dos visitantes eram abordados pelo pessoal da ONU, que lhes informava sobre assuntos atuais da agenda da organização, enquanto outros participavam em exposições, jogos e provavam comida sustentável.

Um turista americano surpreendeu-se ao ver, numa foto, Che Guevarra a discursar na Assembleia-Geral das Nações Unidas, enquanto uma senhora belga cantava "Imagine" de John Lennon, cuja letra se econtrava exposta ao pé de cartazes com poemas sobre a paz de Bertolt Brecht e Ryamond Queneau.

O artista Georges Pascales Ricordeau veio de Paris com a sua "Bandeira Branca". "Eu criei a como Drapeau Blanc- (uma bandeira branca para as celebrações das Noites Brancas em Paris) através de sacos de plástico que apanhava das ruas".  Em declarações ao site: " A bandeira branca é um símbolo da paz, sendo que é adequado expo-la no dia da ONU".

O PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente) desafiou os visitantes a adivinhar a percentagem de comida desperdiçada no mundo, sendo que muitos ficaram chocados ao saber que a resposta correta é de 30%.

A FAO (Organização da ONU para Alimentação e Agricultura) declarou 2013 como o ano da Quinoa, sendo que as iguarias e receitas com esta semente dos Andes deliciaram os visitantes.

Entre os vários jogos, destacou-se a criação em Origami da pomba da paz,  tal como um outro sobre os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio e, ainda, o jogo de lançamento de dados para saber se um jogador teria a sorte de nascer no país campeão do índice de desenvolvimento humano, a Noruega, ou noutros com a Bélgica(#17) , a Índia (#136) ou na República Democrática do Congo (#186) - no final da lista, de acordo com o PNUD.

A grande tenda do ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados) pretendeu lembrar a situação que milhões de refugiados enfrentam em todo o mundo e os funcionários do UNRWA (A Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina no Próximo Oriente) que quiseram relembrar os 5 milhões de Palestinianos, cujas necessidades estão a mercê da agência.

Houve também um enfoque sobre o papel da ONU na manutenção da paz com mais de 100 mil soldados - peacekeepers - a prestar assistência humanitária e a proteger os direitos humanos em todo o mundo, sendo este um dos temas abordados nas celebrações do Dia da ONU em Bruxelas.

A ONU celebrou o seu dia pelo 4ª ano consecutivo na Grand Place. "É bastante importante que as pessoas venham às Nações Unidas e se sintam parte delas, que estas não são apenas dos Governos ou dos Estados-Membros", afirmou Antonio Vigilante.  "A ONU são todas as pessoas, dessa forma, elas têm de vir ter connosco, falar connosco, criticar-nos tal como apoiar-nos. Precisamos mais deste tipo de interações."

Em Portugal, o 68º aniversário das Nações Unidas está a ser assinalado em Lisboa pelo UNRIC e pelo Metropolitano de Lisboa com um poster alusivo ao dia e, no Porto, com uma conferência sobre "Os Pilares do Desenvolvimento Sustentável", no dia 26 de outubro, organizada também pelo UNRIC em conjunto com a Católica Porto Alumni - Biotecnologia e a Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica do Porto.

UNRIC, 21 de outubro de2013

Para ver as fotos do evento clique aqui.

Para as fotos com o Secretário-Geral, clique aqui. 

Para as fotos das personalidades presentes nas celebrações, clique aqui.


 Dia em Memória das Vítimas do Genocídio do Ruanda

Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

O Centro Regional de Informação das Nações Unidas para a Europa Ocidental (UNRIC), sedeado em Bruxelas, presta informação sobre as actividades da ONU nos países da região, incluindo Portugal. Põe à disposição do público os principais relatórios da ONU, documentos, publicações, fichas informativas, comunicados de imprensa e notícias, em várias línguas, nomeadamente o português.