Sábado, 20 Dezembro 2014
UNRIC logo - Portuguese

A ONU na sua língua

É necessário maior investimento financeiro para combater as alterações climáticas, afirma o Secretário-Geral

O Secretário-Geral, Ban Ki-moon apelou à comunidade internacional para intensificar o seu investimento financeiro nas tecnologias, políticas e práticas que possam ajudar no combate às alterações climáticas, adicionando que o tempo se está a esgotar para resolver esta ameaça global.

566783-ki-moon

"As alterações climáticas são a maior ameaça ao desenvolvimento sustentável. No entanto muitas vezes, um facto importante perde-se no meio do medo:  abordar as alterações climáticas é uma das nossas maiores oportunidades", afirmou Ban Ki-moon na reunião anual do Clube Internacional de Financiamento ao Desenvolvimento (IFDC) que teve lugar no dia 13 de Outubro, em Washington D.C.

"Com uma ação esclarecida, podemos criar empregos, melhorar a saúde pública e proteger o meio ambiente", sublinhou o Secretário-Geral.

No seu discurso, Ban Ki-moon sublinhou o papel que a comunidade de financiamento do desenvolvimento e o setor financeiro têm em fomentar soluções para as alterações climáticas. Por exemplo, grandes quantidades de capital são necessárias para desenvolver uma infraestrutura de baixo carbono e as empresas "verdes" necessitam de investimentos para terminar com a discrepância entre projetos com baixas emissões e os que são baseados em combustiveis fosseis.

Enquanto o impacto económico das alterações climáticas cresce, mais necessita ser feito, salientou o Secretário  Geral, pedindo ao IDFC para se envolver ativamente na próxima Cimeira do Clima, que reunirá Chefes de Estado, líderes mundiais de negócios, setor financeiro e sociedade civil.

" O nosso objetivo é mobilizar vontade política para as negociações, entregar novos compromissos concretos e desencadear uma corrida para o topo em ação climática. Espero que vocês usem coletivamente a Cimeira do Clima de 2014 para chegar ao objetivo de 100 mil milhões de doláres por ano para novos compromissos de financiamento climático. Também vos encorajo para duplicarem os vossos portfólios de financiamento de adaptação".

Ban Ki-moon sublinhou que a ação dos bancos de desenvolvimento não só ajudaria a tornar as economias e instituições financeiras mais resistentes às alterações climáticas,  mas também podem inspirar outros atores financeiros a fazer o mesmo.

"Os bancos de desenvolvimento que o financiamento público racional pode estimular investimentos locais e internacionais do setor privado e ao mesmo tempo responder à procura crescente de energia e resilência climática. Desafio-vos a fazerem ainda mais aos níveis nacionais e globais: ajudando a abrir novos mercado, facilitar novos modelos de negócio e apoiar os empresários do mundo em desenvolvimento onde a demanda por soluções de investimento limpas". 

O Secretário Geral mais tarde almoçou com os membros do IDFC e agradeceu-lhes pela sua liderança e compromisso para fortalecer ainda mais a colaboração entre os bancos de desenvolvimento do IDFC e o sistema das Nações Unidas.

13 de outubro de 2013, Centro de Notícias das Nações Unidas| Traduzido e editado por UNRIC

69º Aniversário da Organização das Nações Unidas assinalado em Lisboa e Porto

UNDAY-PT

Façamos um mundo melhor

Vamos fazer do mundo um lugar melhor 

Vídeo apresentado no contexto da Cúpula do #Clima das Nações Unidas.

Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

O Centro Regional de Informação das Nações Unidas para a Europa Ocidental (UNRIC), sedeado em Bruxelas, presta informação sobre as actividades da ONU nos países da região, incluindo Portugal. Põe à disposição do público os principais relatórios da ONU, documentos, publicações, fichas informativas, comunicados de imprensa e notícias, em várias línguas, nomeadamente o português.