Sexta, 31 Julho 2015
UNRIC logo - Portuguese

A ONU na sua língua

29 de agosto é Dia Internacional contra os Ensaios Nucleares

1233545 500628850019805 759591760 nA 2 de dezembro de 2009, a 64 sessão da Assembleia Geral da ONU declarou o dia 29 de agosto como Dia Internacional contra os Ensaios Nucleares, ao adoptar a resolução 64/35, com o objectivo de promover a ideia de que “todos os esforços devem ser feitos para acabar com os ensaios nucleares, de forma a evitar os efeitos devastadores e nocivos nas vidas das pessoas”.

Celebra-se hoje pela quarta vez em todo o mundo o Dia Internacional contra os Ensaios Nucleares, um dia que serve para por em destaque os esforços das Nações Unidas e de uma comunidade que inclui os Estados Membros, as organizações intergovernamentais e não governamentais, as instituições académicas, as redes de jovens e os meios de comunicação, no sentido de informar e educar o público sobre a importância da proibição dos ensaios nucleares para a conquista de um mundo mais seguro.

Este ano, estão previstas diversas actividades em todo o mundo para assinalar este dia, que vão desde simpósios e conferências até exibições, colocando em destaque os perigos das explosões em ensaios de armas nucleares, as ameaças que colocam ao ser humano e ao meio ambiente e a necessidade decorrente de eliminar todas as armas nucleares e respectivos ensaios.

Na sua mensagem oficial, o Secretário-Geral Ban Ki-moon lembrou que “uma resposta forte e unificada ao ensaio nuclear anunciado em fevereiro pela República Democrática Popular da Coreia demonstrou o compromisso da comunidade internacional no sentido de apoiar as normas globais contra os ensaios nucleares”, e apelou a todos os Estados para que assinem e ratifiquem o Tratado de Proibição Total de Ensaios Nucleares.

O Tratado de Proibição Total de Ensaios Nucleares (CTBT) é o instrumento internacional para acabar com os ensaios nucleares de forma verificável. Os testes nucleares foram reduzidos para metade com a adopção do Tratado em 1996, que definiu uma posição internacional de tolerância zero em relação aos ensaios nucleares. Os ensaios nucleares levados a cabo após 1996 (pela Índia, Paquistão e pela República Democrática Popular da Coreia) foram condenados e o Conselho de Segurança da ONU adoptou por unanimidade sanções contra esses países.  

Até agora, 183 Estados assinaram o Tratado e 159 ratificaram-no (ver mapa interactivo). No entanto, para que o CTBT entre em vigor, é necessário que oito Estados – de uma lista de 44 países que se considera que possuem tecnologia nuclear  –  o ratifiquem: China, República Democrática Popular da Coreia, Egipto, Índia, Irão, Israel, Paquistão e Estados Unidos. 

 

 Mais informações:

http://www.un.org/en/events/againstnucleartestsday/

http://www.ctbto.org/the-treaty/international-day-against-nuclear-tests/

 

70º Aniversário da Organização das Nações Unidas

UN70 Logo Portuguese vertical 250px

Logo only Time for global action banner 253x95 Portuguese

Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

O Centro Regional de Informação das Nações Unidas para a Europa Ocidental (UNRIC), sedeado em Bruxelas, presta informação sobre as actividades da ONU nos países da região, incluindo Portugal. Põe à disposição do público os principais relatórios da ONU, documentos, publicações, fichas informativas, comunicados de imprensa e notícias, em várias línguas, nomeadamente o português.