Sexta, 25 Julho 2014
UNRIC logo - Portuguese

A ONU na sua língua

Vontade política é chave para assegurar água e saneamento para todos, afirma relatório apoiado pelas Nações Unidas

05-22-2013biodiversewaterA liderança política e acção concreta têm levado a progressos notáveis no sentido de um acesso universal e sustentável ao saneamento básico e água potável, mas mais esforços são necessários para concretizar os compromissos até à data limite de 2014, de acordo com um relatório apoiado pelas Nações Unidas publicado hoje.

O Secretário-Geral Adjunto Jan Eliasson acolheu com satisfação os “avanços encorajadores” detalhados no Relatório de Progresso 2013publicado pela parceria Saneamento e Água para Todos (SWA).

“Fico especialmente animado pelo aumento dos orçamentos, planificação nacional reforçada e pela redução do número de pessoas que defecam a céu aberto” , afirmou Eliasson numadeclaração, dando os parabéns aos responsáveis por estas conquistas.

Os 15 países em desenvolvimento que se comprometeram especificamente a combater a defecação a céu aberto fizeram progressos notáveis no sentido de melhorar as abordagens ao saneamento baseadas na comunidade, de acordo com o relatório. Os números da ONU mostram que cerca de 1,1 mil milhões de pessoas ainda defecam ao ar livre, o que levou a Assembleia Geral das Nações Unidas a designar recentemente o dia 19 de Novembro como Dia Mundial da Retrete.

Nove países relataram aumentos orçamentais significativos para a água e saneamento, e vários líderes deram maior visibilidade política as questões da água, saneamento e higiene.

Outros países relatam progressos na criação de sistemas de informação mais fortes, a partir dos quais podem ser tomadas importantes decisões, bem como ao nível de melhores processos de planeamento e coordenação.

“O relatório de acompanhamento evidencia conquistas excepcionais e mostra que a vontade política e uma liderança forte podem impulsionar a acção, mesmo nos ambientes mais adversos”, afirmou o presidente da SWA, John Agyekum Kufuor.

“Estou muitíssimo impressionado pelo facto de os países terem sido capazes de traduzir os seus compromissos em acção concreta no terreno. Este relatório mostra que as reuniões de alto nível da SWA trazem valor acrescentado”, sublinhou.

A parceria SWA – composta por governos, doadores, organizações da sociedade civil, parceiros de desenvolvimento e várias agências da ONU – reuniu pela última vez numa reunião de alto nível em abril de 2012, na qual os representantes se comprometeram a combater as barreiras ao fornecimento de serviços de água e saneamento.

Os países em desenvolvimento relataram a conclusão ou progresso significativo em cerca de 60 por cento dos compromissos adoptados, e os doadores em cerca de 80 por cento, de acordo com o relatório publicado hoje.

Entretanto, apenas 44 por cento dos compromissos de países e 42 por cento dos compromissos dos doadores estão no caminho certo para serem cumpridos até à data da terceira reunião de alto nível da SWA, prevista para abril de 2014.

Jan Eliasson, que é também membro do Grupo de Conselheiros do Secretário-Geral para a Obtenção dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM), afirmou que o desafio agora é manter o impulso e eliminar as barreiras existentes para cumprir os compromissos que restam.

“Fortalecer os sistemas de financiamento, levar a cabo reformas institucionais e preencher lacunas ao nível dos recursos humanos será crucial”, afirmou. “Encorajo todos os parceiros de desenvolvimento a apoiar estes esforços”:

O relatório mostra que é ainda necessário trabalho para melhorar a eficácia e sustentabilidade ao nível da prestação de serviços.

De acordo com os dados, um maior esforço deve ser feito para incluir as várias partes interessadas no processo de revisão dos progressos. Enquanto dois terços dos países em desenvolvimento consultaram parceiros de desenvolvimento, apenas 10 por cento solicitaram contributos por parte da sociedade civil. Entretanto, a sociedade civil tem sido indirectamente envolvida pelos doadores em conexão com a revisão.

Os objectivos da parceria estão em linha com os objectivos incluídos nos ODM, que os líderes mundiais concordaram em atingir até ao final de 2015.

O Fundo das Nações Unidas para as Crianças (UNICEF) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciaram em março deste ano que o mundo tinha atingido a meta do ODM para fontes de água melhoradas, mas muitas pessoas ainda não têm acesso a água potável, e a meta para a melhoria do saneamento está a ficar para trás e não será atingida se mantiver os actuais níveis de progresso.

Ambas as agências participam na SWA, juntamente com o Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (PNUD), o Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat), a Universidade das Nações Unidas (UNU), e a Entidade da ONU para a Igualdade de Género e Capacitação das Mulheres (ONU Mulheres).

14 de agosto de 2013 – Centro de Notícias da ONU | Traduzido por UNRIC

Dia 30 de Julho – Dia Internacional da Amizade

Este dia foi proclamado Dia Internacional da Amizade em 2011 pela Assembleia Geral da ONU com a ideia de que a amizade entre povos, países, culturas e pessoas pode inspirar os esforços de paz e construir pontes entre pessoas.

Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

O Centro Regional de Informação das Nações Unidas para a Europa Ocidental (UNRIC), sedeado em Bruxelas, presta informação sobre as actividades da ONU nos países da região, incluindo Portugal. Põe à disposição do público os principais relatórios da ONU, documentos, publicações, fichas informativas, comunicados de imprensa e notícias, em várias línguas, nomeadamente o português.