Quarta, 26 Novembro 2014
UNRIC logo - Portuguese

A ONU na sua língua

“My World”: Novo inquérito da ONU permite aos cidadãos votarem sobre as prioridades futuras da agenda de desenvolvimento

544484-myworldCidadãos de todo o mundo podem ajudar a moldar a agenda futura de desenvolvimento global através da sua participação em 'My World' (O Meu Mundo), um inquérito das Nações Unidas, que lhes permite votar em questões que eles acreditam serem prioridades e que devem ser tratadas pelos líderes mundiais.

Lançado esta semana, o inquérito visa aproveitar o impulso gerado pelo combate à pobreza, alvos conhecidos como as Metas de Desenvolvimento do Milénio (ODM) e enfrentar desafios que vão além do prazo de 2015.

Numa mensagem de vídeo para o inquérito, o Secretário-Geral Ban Ki-moon, encorajou o público a participar. "Vote e diga-nos quais as questões que mais importam para você e sua família. Faça uma diferença. Marque a diferença ", disse ele.

Os votos podem ser enviados on-line, e em alguns países por telemóvel ou através de boletins de voto off-line. Os resultados do inquérito serão compartilhados com Ban Ki-moon, o seu comité de Alto Nível sobre a Agenda de Desenvolvimento para o pós-2015 e os líderes mundiais.

Milhares de pessoas de 189 países já votaram durante o período inicial de implementação, e os resultados preliminares mostram que a educação é a questão de que as pessoas acham mais importante para melhorar suas vidas. Um governo honesto e sensível, saúde, água, saneamento e emprego e segurança alimentar também foram considerados grandes prioridades.

Ontem, Ban Ki-moon reuniu-se com quatro jovens voluntários que estão capturando as prioridades das comunidades em desenvolvimento e convidou o público para fazer a diferença nas questões que têm mais impacto nas suas vidas.

Estes dados, juntamente com os de todo o sistema das Nações Unidas outras organizações internacionais, incluindo os resultados das consultas públicas em curso em todo o mundo e as vozes das empresas, academia e comunidade científica, irão alimentar o trabalho do Comité, que apresentará o seu relatório em maio.

"O nosso objetivo deve ser uma única e coerente agenda global que pode ser tão bem sucedida em inspirar e mobilizar as pessoas como os ODM têm sido", observou Ban Ki-moon, nas suas declarações ontem numa reunião do bloco de países em desenvolvimento, conhecido como o Grupo dos 77 e China.

"E ainda assim, devemos redobrar os nossos esforços para os ODM até 2015", afirmou, lembrando que se aproxima um marco importante nesse esforço. "Sexta-feira, 5 de abril, vai marcar os mil dias para o final de 2015 - o prazo para atingir os objetivos. Este momento é uma oportunidade para sensibilizar e mobilizar a ação. O sistema da ONU vai se mobilizar nesse dia e durante todo o período que se avizinha, para acelerar os esforços”.

Numa recente conferência de imprensa em Nova York, Corinne Woods, Diretora da Campanha do Milénio da ONU, disse que as parcerias com os governos, a sociedade civil, as empresas dentro do sistema da ONU têm um papel importante para aumentar a participação no inquérito e para garantir que as respostas ao inquérito não sejam apenas de pessoas com acesso à internet, mas também daqueles que não têm.

"As parcerias vão ser absolutamente fundamentais", disse ela. "Esta é a única maneira de sermos capazes de obter uma imagem clara do que são as questões importantes e do que realmente importa".

Até agora, a ativista humanitária Mia Farrow, a jogadora brasileira de futebol Marta Vieira da Silva, o campeão de Maratona Paul Tergat e o ator e produtor indiano Aamir Khan, mobilizaram-se para fazer aumentar a participação do público na pesquisa.

O “My World” é um dos vários caminhos disponíveis para as pessoas participarem na elaboração da agenda de desenvolvimento. A ONU e seus parceiros também estão envolvidos em quase 100 consultas nacionais e temáticas em todo o mundo, e os cidadãos podem continuar a contribuir com as suas ideias e perspectivas para as consultas globais através do mundo que queremos em 2015, através da plataforma online.

“My World” foi desenvolvido pelo Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (PNUD), a Campanha do Milénio das Nações Unidas, o Overseas Development Institute (ODI) e da Fundação World Wide Web em conjunto com IPSOS MORI.

 

12 de Março | Centro de Informações das Nações Unidas (Traduzido por UNRIC)

69º Aniversário da Organização das Nações Unidas assinalado em Lisboa e Porto

UNDAY-PT

Façamos um mundo melhor

Vamos fazer do mundo um lugar melhor 

Vídeo apresentado no contexto da Cúpula do #Clima das Nações Unidas.

Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

O Centro Regional de Informação das Nações Unidas para a Europa Ocidental (UNRIC), sedeado em Bruxelas, presta informação sobre as actividades da ONU nos países da região, incluindo Portugal. Põe à disposição do público os principais relatórios da ONU, documentos, publicações, fichas informativas, comunicados de imprensa e notícias, em várias línguas, nomeadamente o português.