Terça, 22 Julho 2014
UNRIC logo - Portuguese

A ONU na sua língua

No Dia Internacional da Mulher de 2013, o mundo exige ação urgente para acabar com a violência contra mulheres e meninas

gender based violenceNova Iorque, 7 de Março de 2013 - Para combater aquilo que continua a ser uma realidade terrível para milhões de pessoas, vários eventos no âmbito do Dia Internacional da Mulher, assinalado a 8 de Março na sede da ONU e em todo o mundo, estão a apelar à ação para pôr fim à violência contra as mulheres e meninas, usando concertos satélites, seminários e lançamentos de músicas para sensibilização.

Como foi demonstrado vividamente em 2012, a violência contra as mulheres é universal, e é predominante em todos os países e em todos os contextos. Uma jovem foi violada até a morte, outra suicidou-se por causa de um sentimento de vergonha que deveria ter invadido os perpetradores, e adolescentes jovens foram baleados à queima-roupa por se atreverem a procurar ter uma educação, disse o secretário-geral Ban Ki-moon .

"Estas atrocidades, que justamente provocaram a indignação mundial, fazem parte de um problema muito maior, que permeia praticamente todas as sociedades e todos os domínios da vida", disse ele. "Este ano, no Dia Internacional da Mulher, nós convertemos a nossa indignação em ação. Nós declaramos que vamos julgar os crimes contra as mulheres, e que nunca vamos permitir que as mulheres sejam sujeitas a punições pelos abusos que sofreram ".

Mais de 125 países têm leis específicas que penalizam a violência doméstica. Este é um número histórico, no entanto, 603 milhões as mulheres vivem em países onde a violência doméstica ainda não é um crime. Cerca de 7 em cada 10 mulheres no mundo será espancada, estuprada, abusada, ou mutilados durante as suas vidas. O Secretário-Geral do UNiTE pelo Fim da Violência contra as Mulheres campanha, lançada em 2008, baseia-se na premissa simples, mas poderosa que todas as mulheres e meninas têm o direito humano fundamental de viver livre de violência.

"Seja oferecendo fundos para uma causa ou emprestando a sua voz a um protesto”,  disse Ban, "todos podem fazer parte do impulso global para acabar com esta injustiça e oferecer às mulheres e meninas a segurança e liberdade que merecem".

 Alguns dos ventos que assinalam o dia em todo o mundo:

• Um webcast ao vivo na sede da ONU em 10:00 EST irá ao ar o lançamento oficial de uma música Mulher - One Woman song, escrito para a ONU Mulheres e cantada por 24 artistas de todo o mundo.

• O Centro de Serviço Regional das Nações Unidas em Entebbe, Uganda promove um encontro com Nathalie Dongo-Seh, Chefe de Conduta e Disciplina da Missão das Nações Unidas na República do Sudão do Sul (UNMISS), com vídeos sobre o tema.

• O Centro de Informação das Nações Unidas (UNIC), em Moscovo acolhe um evento cultural no dia 5 de Março, com representantes do governo e da sociedade civil, a abertura de uma exposição de mulheres artistas e música ao vivo.

• O UNIC em Ancara, na Turquia, pretende organizar um evento conjunto com a Comissão da União Europeia de sensibilização para as questões da igualdade de género.

• Em áreas frágeis e afetados por conflitos, observâncias inclui eventos organizados pela Missão de Assistência das Nações Unidas para o Iraque (UNAMI) e Nações Unidas de Assistência e Obras Agência para os Refugiados da Palestina no Próximo Oriente (UNRWA).

• O Departamento de Operações de Paz das Nações Unidas e o Departamento de Informação Pública desenvolveram uma campanha digital: Mulheres e manutenção da paz: Trabalhar para proteger e capacitar as mulheres.

• O Vice-Diretor Executivo Lakshmi Puri do ONU Mulheres organizou um Twitter chat que antecedeu a sessão deste ano da Comissão sobre o Estatuto da Mulher (4-15 de Março), que se centrou na questão da eliminação da violência contra as mulheres e meninas.

•  A UNESCO, a Sveriges Radio e Radio France co-organizam uma homenagem às mulheres através dum concerto: From the romantic to the electronic (Do romântico ao eletrónico), transmissão ao vivo da Sede da UNESCO em Paris, na rádio sueca rádio P2 e France Musique, e na rede de satélites Euroradio, uma actividade na Rádio-Televisão da União Europeia.


 Dia em Memória das Vítimas do Genocídio do Ruanda

Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

O Centro Regional de Informação das Nações Unidas para a Europa Ocidental (UNRIC), sedeado em Bruxelas, presta informação sobre as actividades da ONU nos países da região, incluindo Portugal. Põe à disposição do público os principais relatórios da ONU, documentos, publicações, fichas informativas, comunicados de imprensa e notícias, em várias línguas, nomeadamente o português.