Quinta, 18 Setembro 2014
UNRIC logo - Portuguese

A ONU na sua língua

Dia Mundial da Rádio é celebrado pela segunda vez

72920 417984251619404 1394282119 nO Arcebispo Desmond Tutu disse em tempos que “A rádio é o meio de comunicação mais importante em África. É através dela que as pessoas recebem Notícias e informação, e é na rádio que os assuntos são debatidos (…) as comunidades encontram soluções para os seus próprios problemas”.

Porque a rádio também é importante nos outros continentes, a assembleia da UNESCO decidiu comemorar o Dia Mundial da Rádio.

Este ano assinala-se pela segunda vez o Dia Mundial da Rádio, a 13 de Fevereiro, celebrando a rádio como um meio vital para a missão da ONU de criar um futuro mais pacífico, mais sustentável e mais inclusivo para todos. O Dia Mundial da Rádio é, assim, uma oportunidade de celebrar a rádio enquanto meio de comunicação, de promover uma melhor cooperação internacional entre emissoras, e de promover um conteúdo diversificado, bem como o acesso à informação e a liberdade de expressão através das ondas da rádio.

Desde o século XIX, a rádio tem permanecido como um meio altamente acessível, relativamente barato e de simples utilização. Este meio de comunicação ultrapassa todas as outras tecnologias, e chega a 95% da população mundial.

A rádio moldou a forma como comunicamos entre nós, e continuará a encurtar as distâncias entre as diferenças culturais, políticas, económicas e sociais. A internet e outras novas tecnologias vieram estender ainda mais o alcance da rádio, um meio que promove o desenvolvimento, a aprendizagem ao longo da vida e a diversidade cultural e ajuda a preservar as culturas locais e as línguas, ao mesmo tempo que contribui para um entendimento global.

O Secretário-Geral Ban Ki-moon afirmou na sua mensagem alusiva a este Dia Mundial que "a rádio entretém, educa e informa. Ela promove a expressão democrática e influencia ideias", reforçando a relevância de chamar a atenção para a função e o poder transformador deste meio de comunicação.

Reconhecendo a importância da rádio, a ONU tem desde 1946 a sua própria rádio, cuja primeira emissão transmitiu a mensagem “Daqui as Nações Unidas a chamar os povos de todo o mundo”. A Rádio ONU existe actualmente em várias línguas, entre as quais o português. O material produzido pela Rádio ONU em Português pode ser utilizado gratuitamente por emissoras de rádio e TV, sites de internet e instituições educativas. Saiba como no site.

Em Portugal esta data será marcada por alguns eventos comemorativos.

Em Braga, terá lugar na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva uma iniciativa com o jornalista Fernando Alves da TSF no dia 13 de Fevereiro, a partir das 21h00. A tertúlia ‘Nos olhos da rádio’ é uma iniciativa do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade que visa promover uma conversa com o público sobre a maneira como a rádio dá a ver a actualidade. Saiba mais aqui.

Em Coimbra, será lançado o livro “Os Media na Guerra Colonial – A Manipulação da Emissora Nacional como Altifalante do Regime”, de Carolina Ferreira. A apresentação será feita pela Historiadora Isabel Nobre Vargues, e conta ainda com João Sansão Coelho e José Manuel Portugal como oradores convidados, para evocar o Dia Mundial da Rádio, olhando para a radiodifusão de ontem, de hoje e de amanhã. A sessão realiza-se no próximo dia 16 de Fevereiro, pelas 15H30 na Livraria Minerva Galeria, Rua de Macau, 52 (Bairro Norton de Matos) em Coimbra.

A semana em imagens

A emergência humanitária e de segurança no Sudão do Sul; a continuidade das atrocidades na Síria e as ações da ONU; a entrevista com a chefe de direitos humanos da ONU, Navi Pillay, que está deixando o cargo; o perigo representado pelos novos “cigarros eletrônicos”; e a discussão global, em Samoa, sobre desenvolvimento sustentável nos Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento – estes são os destaques do resumo semanal da ONU em imagens. Legendado pela ONU Brasil.

Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

O Centro Regional de Informação das Nações Unidas para a Europa Ocidental (UNRIC), sedeado em Bruxelas, presta informação sobre as actividades da ONU nos países da região, incluindo Portugal. Põe à disposição do público os principais relatórios da ONU, documentos, publicações, fichas informativas, comunicados de imprensa e notícias, em várias línguas, nomeadamente o português.