Quarta, 30 Julho 2014
UNRIC logo - Portuguese

A ONU na sua língua

Conselho Económico e Social da ONU elegeu novo presidente em ano “crucial” para traçar o caminho em direcção ao desenvolvimento sustentável

541610-ecosocbatonO Embaixador da Colômbia Néstor Osorio (na foto, à esquerda) foi ontem eleito Presidente do Conselho Económico e Social (ECOSOC), assinalando a transição anual da liderança de um dos seis órgãos principais da ONU, e o maior órgão responsável por responder aos desafios económicos, sociais e ambientais do mundo.

Dirigindo-se ao ECOSOC na sede da ONU em Nova Iorque, o Sub-Secretário-Geral para os Assuntos Económicos e Sociais, Wu Hongbo, agradeceu ao Presidente cessante, Miloš Koterec, da Eslováquia, e congratulou Néstor Osório pela sua nova função à frente do Conselho, declarando que a liderança deste chega num período de transição crucial para o futuro do planeta.

“Enquanto traçamos um caminho com vista ao desenvolvimento sustentável, a transição que se nos apresenta não é opcional, é inevitável”, declarou Wu Hongbo. “O planeta não pode simplesmente sustentar nove mil milhões de habitantes que aspiram a padrões de vida mais elevados, se continuarmos encerrados neste consumo insustentável”.

Citando um provérbio chinês que capta a importância de se estabelecer um quadro de sustentabilidade para benefício das gerações futuras, Wu Hongbo acrescentou que 2013 será “um ano muito importante” para o Conselho, no que respeita às questões de desenvolvimento.

“Os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável começam a ganhar forma”, continuou. “Estamos também a lançar o processo sobre estratégias de financiamento para o desenvolvimento sustentável. As discussões no forum politico de alto nível irão começar em breve”, acrescentou, referindo-se a um dos resultados da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), realizada no Brasil em Junho de 2012. Mencionou o trabalho feito na conferência, onde “novos panoramas” se abriram para o ECOSOC, oferecendo um “novo impulso” ao reforço deste órgão.

“Estamos agora a avançar da recolha de propostas e ideias para negociações importantes”, concluiu Wu Hongbo. “Estou confiante que Sua Excelência o Senhor Nestór Osorio usará a sua liderança para que o ECOSOC beneficie plenamente destas oportunidades”.

No seu discurso perante o Conselho, Miloš Koterec sublinhou o trabalho levado a cabo durante o seu mandato, que, disse, foi desafiante, com dificuldades motivadas pela actual crise financeira global e os seus efeitos colaterais.

“Perante a continua volatilidade dos preços dos alimentos, temos que nos perguntar se os preços altos dos alimentos estão a tornar-se o novo “normal”, colocando em risco a sobrevivência de muitos, e fazendo regredir o desenvolvimento conseguido nos últimos anos”, declarou.

Koterec identificou ainda o rápido crescimento do desemprego jovem em todo o mundo como motivo de preocupação crescente, e alertou que os jovens do mundo estão entre os mais afectados pela recessão económica.

“O desemprego jovem disparou nos últimos anos, causando taxas de desemprego jovem sem precedentes em todo o mundo”, afirmou o Presidente cessante, assinalando que em todo o mundo existem cerca de 74 milhões de jovens desempregados, muitos dos quais no Sul global, e sublinhou ainda os esforços do ECOSOC para mitigar o problema através do Fórum da Juventude, apoiado pela ONU, que afirmou ter tido “grande sucesso” na resposta aos desafios enfrentados pelos jovens no mercado de trabalho global.

Manifestando a esperança de que a iniciativa marque o início de um “crescente envolvimento dos jovens” nas actividades do ECOSOC, o Presidente cessantes acrescentou que os diversos problemas com que o mundo se defronta em 2013 “ilustram uma vez mais a necessidade de uma ONU forte e eficaz”.

“Nós no ECOSOC temos que continuar a trabalhar arduamente para cumprir o nosso mandato e contribuir para um mundo melhor”, declarou.

O ECOSOC é composto por 54 membros, eleitos pela Assembleia Geral por períodos de três anos. Os lugares no Conselho Económico e Social são distribuídos com base numa representação geográfica, incluindo catorze países africanos, onze asiáticos, seis do Leste Europeu, dez países da América Latina e Caraíbas, e treze países da Europa Ocidental e outros.

 

Fonte: UN News Centre | 28 de Janeiro de 2013

Dia 30 de Julho – Dia Internacional da Amizade

Este dia foi proclamado Dia Internacional da Amizade em 2011 pela Assembleia Geral da ONU com a ideia de que a amizade entre povos, países, culturas e pessoas pode inspirar os esforços de paz e construir pontes entre pessoas.

Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

O Centro Regional de Informação das Nações Unidas para a Europa Ocidental (UNRIC), sedeado em Bruxelas, presta informação sobre as actividades da ONU nos países da região, incluindo Portugal. Põe à disposição do público os principais relatórios da ONU, documentos, publicações, fichas informativas, comunicados de imprensa e notícias, em várias línguas, nomeadamente o português.