Sábado, 25 Outubro 2014
UNRIC logo - Portuguese

A ONU na sua língua

Alto Comissariado da ONU para os refugiados conclui repatriamento de liberianos forçados ao exílio durante a guerra civil

01-04-hcr-liberiaO Alto Comissariado das Nações Unidas para os refugiados (ACNUR) anunciou que o último grupo de liberianos no seu programa de repatriamento regressou ao seu país após vários anos de exílio devido à guerra civil que eclodiu em 1989 naquele país da África Ocidental.

"Os últimos 724 cidadãos da Libéria regressaram da Guiné no último fim de semana de 2012, terminando oficialmente o nosso programa de retorno que começou um ano depois que a paz foi restaurada na Libéria, em 2004", porta-voz do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR ), Melissa Fleming, disse aos jornalistas no dia 4 em Genebra.

O ACNUR ajudou 155.560 refugiados liberianos a voltar para casa, principalmente por estrada em comboios organizados e por avião, a Sra. acrescentou Fleming.

Devido à restauração da paz e da estabilidade no país, o estatuto de refugiado terminou no passado dia 30 Junho, para todos aqueles que tinham fugido dos combates.

A Guerra civil da Libéria, durou 14 anos, tendo terminado em 2003. Cerca de 750 mil civis tornaram-se ou deslocados internos ou fugiram do país no meio de violência e instabilidade. Alguns refugiados passaram mais de duas décadas em países como Costa do Marfim, Gana, Guiné, Mali, Nigéria, Serra Leoa e Gâmbia. Muitos já retornaram com a ajuda do ACNUR.

Como parte do programa de repatriamento, cada refugiado que regressou recebeu uma pequena doação de dinheiro para os ajudar a recomeçar as suas vidas. Os retornados também estão a receber ajuda da Comissão de Repatriamento e Realojamento para conseguir emprego, incluindo cargos da administração pública e Governo para aqueles com as habilitações necessárias. A Comissão também fornece bolsas de estudo e assistência na aquisição de terreno para construção de casas.

Por seu turno, a Libéria abriga atualmente cerca de 67 mil refugiados Costa-marfinenses que tiveram que fugir da violência no seu próprio país. A maioria dos quais procuraram refúgio na Libéria durante a crise pós-eleitoral em 2010 e 2011 na Costa do Marfim.

De acordo com a Sra. Fleming, o repatriamento voluntário dos refugiados da Costa do Marfim também está em andamento embora a maioria tenha indicado que gostaria de permanecer na Libéria até que um processo de reconciliação mais consistente seja iniciado no seu país.

04 de janeiro de 2013 

69º Aniversário da Organização das Nações Unidas assinalado em Lisboa e Porto

UNDAY-PT

Façamos um mundo melhor

Vamos fazer do mundo um lugar melhor 

Vídeo apresentado no contexto da Cúpula do #Clima das Nações Unidas.

Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

O Centro Regional de Informação das Nações Unidas para a Europa Ocidental (UNRIC), sedeado em Bruxelas, presta informação sobre as actividades da ONU nos países da região, incluindo Portugal. Põe à disposição do público os principais relatórios da ONU, documentos, publicações, fichas informativas, comunicados de imprensa e notícias, em várias línguas, nomeadamente o português.