Segunda, 25 Setembro 2017
UNRIC logo - Portuguese

A ONU na sua língua

LEVANTA-TE E ACTUA CONTRA A POBREZA E PELOS ODM

Entre 17 e 19 de Outubro, numa mobilização sem precedentes, espera-se que mais de 1% da população mundial Se Levante e Actue, para exigir aos seus dirigentes que acabem com a pobreza e realizem ou ultrapassem os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM).

Esta mobilização surge numa altura em que se estão a tentar encontrar centenas de milhares de milhões de dólares para socorrer instituições financeiras e banqueiros ricos, enquanto a cimeira de emergência sobre os ODM realizada nas Nações Unidas em finais de Setembro apenas conseguiu gerar compromissos no valor de 16 mil milhões de dólares para pôr fim à pobreza. Grande parte deste dinheiro virá do sector privado e de organizações não governamentais e existem algumas dúvidas sobre se os compromissos agora assumidos pelos governos representarão fundos para além dos que já haviam sido prometidos anteriormente. Os participantes na campanha "Levanta-te e Actua" vão enviar aos dirigentes mundiais uma mensagem muito clara, dizendo que, poucas semanas após terem assumido novamente o compromisso de agir no sentido de alcançar os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio, milhões de cidadãos estão a acompanhar a sua acção e exigirão que honrem as suas promessas.

"De 17 a 19 de Outubro próximos, os dirigentes mundiais ouvirão os seus cidadãos dizer-lhes directamente que não irão continuar a permanecer passivos, enquanto 50 000 pessoas morrem todos os dias de doenças evitáveis", disse Salil Shetty, Director da Campanha do Milénio. "Os dirigentes mundiais acabam de reafirmar o seu compromisso em relação à consecução dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio e, a partir deste momento, os cidadãos irão exigir que assumam a responsabilidade de agir urgentemente para cumprir as suas promessas".

"A crise financeira, aliada ao aumento acentuado dos preços dos alimentos e à fome que esse aumento gerou, sobretudo nos agregados em que o chefe de família é uma mulher, veio realçar mais do que nunca a injustiça da pobreza mundial e a desigualdade. Esta acção tem que ver com a solidariedade entre homens, mulheres e crianças de países ricos e pobres; tem que ver com assumir responsabilidade por aquilo que nós próprios podemos modificar e com pedir contas aos dirigentes que não cumpram as suas promessas", disse Sylvia Borren, Co-Presidente da aliança Apelo Mundial à Acção contra a Pobreza (GCAP).

No ano passado, a 17 de Outubro, Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, 43,7 milhões de pessoas de todos os meios sociais, em cidades e aldeias de países ricos e pobres, levantaram-se contra a pobreza. Ao longo do último ano, à medida que os efeitos combinados das crises alimentar e financeira se foram fazendo sentir, especialmente entre as populações dos países pobres, o apelo à acção foi-se intensificando, e, este ano, espera-se que mais de 1% da população mundial – 67 milhões de pessoas – adiram ao apelo "Levanta-te e Actua".

Haverá uma mobilização de grupos em toda a Europa para exigir mais e melhor ajuda.

A iniciativa "Levanta-te e Actua" é organizada anualmente pela aliança Apelo Mundial à Acção contra a Pobreza (GCAP) e pela Campanha do Milénio das Nações Unidas de modo a coincidir com o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza. Começou em 2006, ano em que 23 milhões de pessoas se Levantaram contra a Pobreza; no ano seguinte, 43 milhões de pessoas Levantaram-se e Fizeram-se Ouvir. Este ano, para além de se Levantarem, irão também Actuar. As acções vão desde iniciativas práticas imediatas que as pessoas podem empreender ao nível das suas comunidades até à apresentação de exigências políticas aos governos e a acções através da Internet.

Todos os eventos relacionados com a iniciativa "Levanta-te e Actua" serão registados no sítio Web www.standagainstpoverty.org.

Em Portugal, os organizadores da iniciativa (http://www.levanta-te.org) são a Objectivo 2015, a Pobreza Zero, a OIKOS e o Desafio MIQUEIAS.

Sobre as campanhas:

A aliança Apelo Mundial à Acção contra a Pobreza (GCAP) é uma aliança promovida pela sociedade civil e é constituída por movimentos sociais, ONG internacionais, sindicatos, grupos comunitários, organizações de mulheres, grupos confessionais e de jovens, associações locais e activistas que estão a trabalhar em conjunto no âmbito de mais de 100 coligações/plataformas nacionais. A GCAP está a apelar aos dirigentes mundiais para que ajam no sentido de cumprir as suas promessas de acabar com a pobreza e a desigualdade. Nomeadamente, a GCAP exige soluções para as questões da obrigação de prestar contas, da governação justa e dos direitos humanos, justiça no domínio do comércio, ajuda melhor e em maior quantidade, cancelamento da dívida, igualdade de género e respeito pelos direitos das mulheres. Para mais informações, consultar www.whiteband.org.

                                                                                                                                 

A Campanha do Milénio foi lançada pelo Secretário-Geral Kofi Annan em 2002. Dá apoio às acções dos cidadãos destinadas a responsabilizar os seus governos pela consecução dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio. Os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio, formalmente adoptados por 189 países em 2000, são um conjunto de oito objectivos específicos, cuja realização países ricos e pobres se comprometeram a alcançar, trabalhando juntos com vista a erradicar a pobreza extrema e a fome, garantir que todos os rapazes e raparigas concluam o ensino primário, promover a igualdade de género, melhorar a saúde materna e infantil, travar a propagação do VIH/SIDA, proteger o ambiente e criar uma parceria mundial para o desenvolvimento que assegure que os países ricos concedam ajuda melhor e em maior quantidade aos países mais pobres, reduzam a dívida destes países e lhes proporcionem oportunidades comerciais. Para mais informações, consultar www.endpoverty2015.org.

 

(Baseado em comunicado de imprensa de Stand Up, Take Action, End Poverty 2015- Millennium Campaign e Global Call to Action Against Poverty)

 

Sustainable Development Goals LOGO PT vertical 250

Sustainable Development Goals POSTER 250px

Together Logo Portugal

Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

O Centro Regional de Informação das Nações Unidas para a Europa Ocidental (UNRIC), sedeado em Bruxelas, presta informação sobre as actividades da ONU nos países da região, incluindo Portugal. Põe à disposição do público os principais relatórios da ONU, documentos, publicações, fichas informativas, comunicados de imprensa e notícias, em várias línguas, nomeadamente o português.