Previous  Next
O que está a ONU a fazer a fim de incentivar a participação
das mulheres na manutenção da paz?
 

Na sua Resolução 1325, de 31 de Outubro de 2000, o Conselho de Segurança expressou a vontade de integrar a dimensão da igualdade entre homens e mulheres nas operações de manutenção da paz, e recomendou que fosse introduzida uma componente específica para esse efeito nas missões de paz. Já existem gabinetes para a igualdade entre homens e mulheres nas missões de paz multidimensionais de grande dimensão e, nas missões mais pequenas, existem pontos focais para esse efeito. Além disso, várias missões já adoptaram medidas tendentes a promover uma participação equilibrada de ambos os sexos nas forças policias locais e a colaboração com forças policiais recentemente reestruturadas em questões relacionadas com a violência doméstica e o tráfico de seres humanos.

O Departamento de Operações de Manutenção da Paz está empenhado em assegurar a integração da perspectiva de género em todos os aspectos das operações de paz, desde as negociações e mecanismos de tomada de decisões às reformas do sector da segurança, passando pelas iniciativas de desminagem e pela aplicação dos princípios do Estado de direito.

No plano institucional, o Departamento esforça-se por criar uma estrutura de pessoal em que haja uma participação equilibrada de ambos os sexos. No que se refere a nomeações para cargos administrativos elevados, está a ser elaborada lista de candidatas qualificadas e representativas das várias regiões. As políticas de recrutamento estão a ser revistas, a fim de eliminar possíveis obstáculos à progressão na carreira, à manutenção e recrutamento de pessoal do sexo feminino para a manutenção da paz. Estão igualmente a ser revistos procedimentos e estratégias que visam aumentar o número de mulheres entre o pessoal uniformizado das missões de manutenção da paz.